Sobre ser Insubstituível!

Sobre insubstituições, se trata do que não pode ser substituído, do que é único, peculiar, natural, o que cada um carrega em essência.

Eu sempre ouço a frase que ninguém é insubstituível, mas eu discordo! Qualquer pessoa pode executar um trabalho que já foi de outra pessoa, só que cada um vai executar a sua maneira, no seu ritmo, com as suas experiências, pode ser melhor ou pior, mas igual não vai ser….

Somos seres únicos, antes de sermos o todo, somos uma parte dele, somos individuais, somos tudo o que nos faz nós mesmos, antes de ser outro, somos raízes emaranhadas nas nossas incompreensões do ser, ideias e vontades próprias.

Ninguém é insubstituível naquilo que ela tem de insubstituível!

Anúncios

A dor!

O caminho da dor te leva a conhecer caminhos inimagináveis, sofrimento, desesperança, medo, vários sentimentos permeiam o caminho da dor, estou querendo dizer que dor não é um estado isolado, a muitas coisas envolvidas e cada um sente a sua maneira, tem pessoas que vencem um cancer rapidamente, e tem pessoas que não sobrevivem a mais de dois espirros, o que quero dizer é que os desertos interiores de cada ser humano é individual, é único, é extritamente pesoal, mas como diz o ditado “tudo passa” e quando a dor ameniza e a vida vai aos poucos voltando pro eixo, quando começa o caminho de volta da dor, aí vem a grande questão o que fazer com com os pedaços que sobraram? Sim tem pessoas que encaram de boa e carregam como um excelente aprendizado, beleza que massa, que resiliência, fantástico, mas… tem outras que não conseguem reagir, não porque são seres ruins, mas porque tem gente que não consegue extrair uma boa experiência disso, tem a revolta do porque comigo, a raiva, os gatilhos emocionais do ficou marcado da dor não que consegue ser apagado, a amargura toma conta e não podemos julgar ninguém por isso, entendam que cada um vive o seu universo, alguns de maneira rasa, outros de maneira profunda.

É muito fácil desejar o melhor pra todos, quando tudo vai bem, quando contas e boletos se fecham no fim do mês, quando não tem doença física e nem psiquíca, quando o amor da sua vida tá lá te esperando para o jantar, mas quando você tá no limite do cartão, no último cheque especial, fazendo a décima sessão de quimioterapia e ainda assim consegue sorrir e achar graça na vida, realmente isso é uma grande vitória, sim você é um vencedor e olha que conheço pessoas assim, mas quero deixar registrado que não é fácil, é quase desumano conseguir desejar o bem quando você está vivendo um turbilhão de problemas e dez leões por dia te derrotam ferozmente e você tá lá sozinho remando contra a maré dia a após dia, fazendo o último malabarismo do mês, rezando p gás não acabar, não só o gás da cozinha mas também o gás da vida, só quem passa é que sabe, ninguém mais, é tudo entre você e Deus.

Então eu deixo o meu respeito a todos que fizeram esse caminho e que ainda o fazem, aos resilientes e aos não resilientes, aos que chegaram no fim do caminho mais fortes e aos que chegaram ainda como se estivessem no ponto de partida, aos que não fizeram uma boa prova, eu entendo vocês, se transformem no momento que quiserem, só lembrem que assim com tudo passa, tudo passa em velocidade extratosférica, até porque fazemos e refazemos caminhos dolorosos muitas vezes ao longo da estrada da vida.

É uma pequena reflexão minha para incentivar a empatia, se você não conhece a dor do outro e acha pequena ou até mesmo besteira, não julgue, não critique e more no seu universo, sem incomodar o planeta do vizinho.

O achismo é que acaba!

A gente vai aprendendo que um dos grandes segredos da vida é o diálogo, as vezes você fica mal, acha que seu amigo está diferente, que o amor da sua vida mudou com você, que seu vizinho está fazendo de mal, só pra incomodar mesmo…

Gente, na maioria das vezes não é nada disso, tiramos conclusões unilaterais e precipitadas, porque fulano falou, beltrano disse e achismos não melhoram relações, o que melhora relações é olhar no olho, falar o que sente, perguntar mesmo, vai que o amigo está com dor de cabeça, ou o amor da sua vida realmente se apaixonou por outra pessoa, não é uma boa verdade, porém é melhor saber logo, o vizinho coitado só estava tentando consertar a droga da torneira, é preciso “DIALOGAR”, não é cobrar, não é brigar, não é jogar piada, o outro não tem bola de cristal, use o filtro da empatia e depois se dê o direiro achar!